A cada 4 segundos, um novo malware circula na Internet

Somente no primeiro trimestre, foram mais de 7,4 milhões de novas ameaças presentes ao redor do mundo; segundo especialista, programas desatualizados são as principais portas de entrada para cibercriminosos

Mais de 7,4 milhões de novas ameaças circularam em todo o mundo somente no primeiro trimestre do ano, representando um malware a cada quatro segundos. Os dados impressionantes são da G Data. O ransomware alcançou o mesmo volume ao longo do segundo semestre de 2016 e continua a causar estragos graves sobre as empresas e usuários domésticos. O oposto acontece com adware, que no primeiro trimestre de 2017 reuniu 14% de todas as novas ameaças identificadas pela G Data, mas cujos efeitos são muito menos dramáticos que o sequestrador de arquivos.

Segundo especialistas, a orientação é não pagar resgates aos criminosos cibernéticos e manter uma solução abrangente capaz de de proteger computadores e dispositivos móveis contra as ameaças online. “Garantir a atualização dos sistemas operacionais e aplicações utilizadas é vital para a segurança”, afirma Eddy Willems, especialista da G Data.

“É muito importante que o sistema operacional e outros programas instalados no PC ou aparelho móvel estejam sempre com a última versão liberada pelo fabricante. As atualizações automáticas são recomendáveis, porque o usuário se envolve com outras tarefas e raramente se lembra de fazer isso. Por sua vez, os cibercriminosos são especialistas em criar novas armadilhas e suas ações são facilitadas pela sujeira e desatualização dos equipamentos”, comenta Eddy Willems.

As contas não usadas devem ser apagadas. Contas de usuário em serviços antigos, tais como viagens, lazer, informação profissional, em lojas online, sites de leilão ou dados bancários associados. Software antigo e obsoleto é porta de entrada para vírus de computador e as atualizações devem ser automáticas. A dica vale para quaisquer aplicações, sistema operacional, navegadores e também para o software antivírus. Migrar para as versões atuais é o correto. As violações de segurança ocorrem na maioria das vezes em sistemas desatualizados.

É essencial ter um software que possua todas as ferramentas de proteção do PC ou aparelho móvel e de todos os apps, serviços de e-mail, navegação na Web e acesso a serviços bancários e compras online. Existem soluções que incluem ferramentas de otimização e sistema de registro que ajudam a alcançar uma operação mais estável e eficiente.

FONTE: Security Report

Postado por: Iracema Teixeira

Leave a Reply